Escolha uma Página

 

Depois de tres edições absolutamente bem sucedidas, o Clube do Jazz e o programa Jazz Panorama orgulhosamente trouxeram até o seu público o maestro, pianista e compositor Antonio Adolfo. O show aconteceu em Maceió, no Teatro de Arena no dia 30 de outubro de 2018.

Como nas edições anteriores, o Programa Jazz Panorama aconteceu com apresentação e curadoria do jazzófilo Juan Maurer e direção musical do contrabaixista Felix Baigon. O programa tem o mesmo formato já consagrado no rádio Educativa FM, onde composições de grandes nomes do jazz são executadas ao vivo pelo Clube do Jazz Maceió, seguidas da apresentação de Antonio Adolfo que foi acompanhado também pela banda do Clube. 

ANTÔNIO ADOLFO

Pianista, arranjador, produtor e educador Antonio Adolfo cresceu em uma família musical no Rio de Janeiro (sua mãe era violinista da Orquestra Municipal do Rio de Janeiro), e começou seus estudos de violino aos sete anos. Mais tarde passou para o piano. Aos dezessete anos já era músico profissional. Seus professores foram Amyrton Vallim, Werther Politano, Vilma Graça, Heitor Alimonda, Esther Scliar, Guerra-Peixe, Eumir Deodato, David Baker (EUA) e Nadia Boulanger (Paris). Durante a década de 60, a partir de sua estréia com Carlos Lyra (Pobre menina rica), no Teatro de Bolso e com Leny Andrade, no Beco das garrafas, atuou com seu próprio trio, 3-D, e participou de diversos shows de Bossa Nova e Jazz no Brasil. Excursionou com diversos cantores e cantoras, dentre os quais Leny Andrade, Carlos Lyra, Flora Purim, Wilson Simonal, Elis Regina e Milton Nascimento. Adolfo compôs músicas como Sá Marina, Teletema, Juliana e BR 3 que ganharam grande sucesso e foram gravadas por diversos artistas brasileiros tais como Elis Regina, Wilson Simonal, Maysa, Emilio Santiago e artistas internacionais como Sergio Mendes, Stevie Wonder, Herb Alpert, Earl Klugh, Dionne Warwick dentre outros. Foi vencedor, juntamente com seu parceiro Tiberio Gaspar, do Festival Internacional da Canção (Rio – Brasil e Atenas – Grécia), em 1970. Como músico, arranjador e produtor musical gravou com alguns dos nomes brasileiros mais representativos, além de ter lançado mais de 25 álbuns sob o seu nome. Como educador, tem sido pioneiro no ensino da música popular, especialmente a música brasileira, em todo o mundo, tendo lançado oito livros no Brasil e dois no Exterior.

 

Compartilhe esse conteúdo

Espalhe o Jazz nas suas redes sociais