Programa 08 – Erroll Garner e Maynard Ferguson

08 - EGarn e MFerg

O trumpetista Maynard Ferguson e o pianista Erroll Garner

 
Este programa enfoca o pianista Erroll Garner, um dos mais criativos e populares do mundo do jazz e o trumpetista canadense Maynard Ferguson, que se tornou conhecido pelo seu alto alcance instrumental.

Errol Garner (1923-1977) provou que era possível tocar jazz de alta qualidade e sofisticação sem saber ler música. Vindo de uma família de músicos, começou a tocar em público já aos 10 anos de idade. Suas principais influências foram o pianista Art Tatum, Fats Waller e Nat King Cole. Seu período melhor e mais produtivo se deu entre meados dos anos 1940 e final dos anos 1950. Garner era um virtuoso no seu instrumento e uma das suas características marcantes era a mão esquerda que usava para ritmar como se fosse uma guitarra, enquanto que a direita tocava a melodia muitas vezes ligeiramente atrasada, criando uma tensão rítmica muito pessoal.

Maynard Ferguson (1928-2006) nasceu em Québec, no Canadá. Quando debutou com a grande orquestra de Stan Kenton, em 1950, conseguia tocar as notas mais altas no seu instrumento, o trumpete, que qualquer outro trumpetista até aquele momento havia conseguido alcançar no mundo do jazz. Ferguson formou a Big Bop Nouveau, banda da qual foi líder, a qual escutamos nesta edição de Jazz Panorama.

Saiba muito mais sobre esses artistas e as músicas que interpretam nesta edição do Jazz Panorama escutando o nosso podcast.

 
Programa 08 – Parte I

1. “Loot to Boot” (Garner) – Erroll Garner (1947)
2. “Frankie e Johnny” (Garner) – Erroll Garner (1947)
3. “Cool Blues” (Garner) – Erroll Garner (1947)
4. “White Rose” (Garner)- Erroll Garner (1947)
5. “Play Piano Play” (Garner) – Erroll Garner (1947)
6. “Trio” (Garner) – Erroll Garner (1950)
7. “Lover” (Hart/Rodgers) – Erroll Garner (1958)
 
Programa 08 – Parte I

8. “Just Friends” (Klenner/Lewis) – Sarah Vaughan (1949)
9. “Just Friends” (Klenner/Lewis) – Maynard Ferguson & Big Pop Nouveau (1998)
10. “Milk of the Moon” (Oswanski) – Maynard Ferguson & Big Pop Nouveau (1998)
11. “Knee Deep in Rio” (Garling) – Maynard Ferguson & Big Pop Nouveau (1998)

 
 

Comentários

comentários

Autor: Jazz Panorama

Compartilhar esse post em
468 ad